Voltar ao site

Como trazer seu pet para Portugal

6 passos para vir com seu cachorro ou gato

· Documentação

Por Mariana Salum

Alguém já te contou da maratona que é levar um pet para Portugal?

Pois bem... Vamos lá! Para saber como é, dividi em 6 passos. Anote ai!

Passo 1 | Vacinação
 

Tudo começa com a implantação do microchip (ISO 11784/11785 – padrão internacional). Não vacine o seu cãozinho antes do microchip.

Feito isso, é hora de vacinar seu pet com a Vacina da Raiva. Peça para o veterinário colar o lote da vacina no cartão de vacinação, preencher tudo certinho, carimbar e assinar.

Vale lembrar que vacinas realizadas em campanhas de vacinação não são aceitas.

Pronto, agora é só aguardar os 30 dias exigidos.

Passo 2 | Sorologia da raiva
 

Decorridos 30 dias da vacinação, é hora de fazer a sorologia da raiva.

Até onde eu sei, o único local que se faz esse exame atualmente no Brasil é na TECSA Laboratórios Ltda, de Belo Horizonte. Mas eles só recebem os pedidos.

Fale com o veterinário do seu pet para que entre em contato com a TECSA, se informe de todos os procedimentos corretos para a coleta de sangue do animal, a fim de que possa ser mandado para BH.

O resultado costuma chegar em 30 dias.

Passo 3 | Compra do bilhete
 

Qual é o melhor momento de comprar o bilhete?

Quando você já tem o resultado da sorologia em mãos pois, como é claro, o pet não pode voar sem que este exame esteja OK.

Atenção à data da viagem: o seu pet deverá cumprir a "noventena" (90 dias após a coleta do sangue ... e nunca antes disso).

Feitas as contas, consulte as companhias. Eu, por exemplo, descartei uma companhia aérea, pois não podia levar nosso cão conosco na cabine, apesar de ter menos de 8kg.

Após a consulta, marque a viagem do seu cãozinho e faça o pagamento.

Terá que comprar a bolsa de transporte devidamente homologada (peça à companhia aérea a especificação exigida).

Tudo pronto. Ufa!

Passo 4 | Agendamento Vigiagro e Certificado Veterinário Internacional (CVI)
 

Para embarcar no dia da viagem, terá que antes, com boa antecedência, marcar agendamento no Vigiagro. Orientações que recebi deles (SP):

“Agendamentos no VIGIAGRO do aeroporto de Guarulhos somente por telefone.
Recomendamos entrar em contato para agendamento 30 dias antes da data de embarque.
Para a emissão de CVI não é necessário trazer o animal. Para a emissão de passaporte pet é obrigatória a presença do animal para leitura do microchip.

Telefones de contato no SVA Guarulhos para agendamentos de solicitação de Certificado Veterinário Internacional – CVI ou emissão de passaporte pet:
(11) 2445-2800/2445-3683/2445-5956 - Horário: seg a sex, das 9 às 12h e 14 às 17h
Emissão do CVI ocorre em 48h depois da entrega dos documentos, caso estejam todos corretos.
O SVA Guarulhos é localizado no Terminal 3, 1º piso, em frente ao Rei do Mate.

Documentos sanitários exigidos:


a) Atestado de saúde emitido pelo médico veterinário particular. Deverá estar datado, carimbado e assinado pelo médico veterinário. Validade do atestado de saúde: 10 dias.
b) Certificado de microchipagem: original e 02 cópias simples
c) Carteirinha de vacinação antirrábica válida: original e 02 cópias simples
d) Laudo de sorologia antirrábica válido: original e 02 cópias simples
e) Cães com destino à: Reino Unido, Finlândia, Malta e Irlanda devem receber tratamento parasitário contra Echinococcus multilocularis e o embarque do animal deverá ocorrer depois de 24h da administração do tratamento e a entrada do animal ao destino, em até 120h do tratamento. Este tratamento deverá constar no atestado de saúde emitido pelo médico veterinário com data e hora do tratamento e assinatura e carimbo do médico veterinário.

Prazo de validade do CVI: 10 dias

Endereços e contatos de todas as unidades que emitem CVI, link “Onde emitir o CVI?”:

Para mais informações de exigências sanitárias dos países de destino.

A UE disponibiliza o endereço dos laboratórios credenciados pela UE para realização da sorologia antirrábica, conforme consta no sítio do MAPA

Passo 5 - Levar documentos no Vigiagro

Junte toda a documentação acima exigida e vá, no dia e horário marcado, no Vigiagro.

Atenção: não precisar levar seu pet no dia. Isso será necessário somente se o seu pet ainda não tiver um passaporte..

Observações importantes:

  • Como já falamos, marque seu bilhete somente depois do resultado do exame e observe o prazo de 90 dias, a contar da retirada do sangue para exame. Melhor dizendo, se foi tirado o sangue do seu pet no dia 01/09, por exemplo, você só poderá viajar após o dia 03/12 (dá mais uns dois dias de margem de segurança);
  • Se o seu pet ainda não tiver passaporte, deverá levá-lo presencialmente no aeroporto no Vigiagro para que seja feito o passaporte e emissão de CVI – Certificado Veterinário Internacional. Avise isso quando for agendar a data. Se não for tirar passaporte, não precisa levar o pet;
  • Leve o seu passaporte e o bilhete de viagem;

Vale lembrar que o Vigiagro é muito exigente: preste muita atenção!

Vi muita gente chorando na fila do Vigiagro por conta de erros bobos. Leve do jeitinho que eles pediram.

As principais falhas que observei:

  • o laudo do veterinário tem que ser emitido no máximo com 10 dias de antecedência à viagem (o veterinário deverá datar o laudo, carimbar, assinar e deverá constar o endereço do estabelecimento comercial onde o veterinário trabalha, com CNPJ);
  • O melhor é o veterinário usar o modelo exigido e acrescentar todos os dados da loja veterinária;
  • Peça para o veterinário desparasitar o seu cãozinho e anotar tudo conforme o modelo exige;
  • Outro erro: não levar as cópias requisitadas.

Passo 6 | Vigilância sanitária de Portugal

Por fim, algo que não me falaram. Eu achei que tinha percorrido todo o caminho feliz, mas ninguém me disse que eu teria que entrar em contato com a vigilância sanitária de Portugal e enviar um documento informando a data da viagem, voo, horário de chegada, para fazer o agendamento na vigilância do aeroporto.

Por sorte me atenderam e o custo foi de 40 euros (1 animal).

Para não passar sufoco, mande um e-mail para eles perguntando desse procedimento.

Seguem os contatos do órgão responsável:

DGAV - Direção-Geral de Alimentação e Veterinária  

  • Tel.:  +351 213 239 500
  • Fax: +351 213 463 518
  • E-mail: dirgeral@dgav.pt 
  • Site: www.dgav.pt
Boa viagem!
Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK