Voltar ao site

Como tirar a sua dupla nacionalidade

Para todos aqueles que são filhos, netos ou casados com portugueses.

· Documentação,Familiares

Por Mariana Salum

Veja abaixo todos os documentos necessários para adquirir seu passaporte vermelho.

Se você tem pais ou avós portugueses, não perca a oportunidade! Você tem direito à nacionalidade por laços sanguíneos com português, que se chama Atribuição de Nacionalidade. Se seus pais são netos de portugueses, eles podem requerer a atribuição e, uma vez concedida, podem posteriormente passar para você. Então, corre para juntar todos os documentos e providencie seu passaporte vermelho!

 

Providencie os documentos

Vou dar umas dicas dos documentos que você vai precisar.  Tudo vai depender de como está a documentação dos seus ascendentes (pais e avós).

 

Por exemplo, seu avô é português e sua avó brasileira, que tiveram seu pai no Brasil. Ninguém nunca providenciou documento algum em Portugal. Então toca a andar porque essa missão será sua! :))

 

Primeiro você vai ter que pedir a transcrição do casamento do seu avô português realizado no Brasil. Para isso, serão necessários os seguintes documentos:  certidão de casamento (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada),  certidão de nascimento (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada) do cônjuge não português e cópia simples da certidão de nascimento do avô português. Se você for fazer aqui por Portugal, onde pode ser bem mais rápido, será também necessário uma procuração feita no Brasil para que um representante possa dar início ao seu processo de nacionalidade.
 
Nacionalidade do pai 

Casamento transcrito, é hora de pedir a atribuição da nacionalidade do seu pai, obtida por inscrição do nascimento no registo civil português. Os documentos de que vai precisar são estes: certidão de nascimento do pai português, certidão de nascimento da mãe brasileira  (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada), certidão de casamento dos pais (aquela do primeiro passo, já transcrita em Portugal), certidão de nascimento do filho – seu pai (inteiro teor e fotocópia e apostilada) e, se for fazer aqui por Portugal, procuração.


Bom, agora seu pai já tem certidão de nascimento portuguesa!. Então, ele precisa informar ao Estado de todos os seus atos da vida civil. Vamos transcrever o casamento dele com sua mãe? Você vai precisar da certidão de casamento dos seus pais (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada), certidão de nascimento da sua mãe brasileira (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada) e, se for feito por aqui por um representante em Portugal, procuração.


Chegou a sua vez!

Ufa! Chegamos em você. A sua cadeia hereditária (avós, pais já está toda certinha nos registros portugueses!). Então, vamos pedir a sua atribuição de nacionalidade. Vamos precisar da certidão de nascimento do pai (português), certidão de nascimento da mãe brasileira (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada), certidão de casamento dos pais (transcrita em Portugal), sua certidão de nascimento (inteiro teor e por fotocópia - tirada do próprio livro e apostilada) e, por fim, a procuração, se for fazer por meio de um representante em Portugal.

 

Parece complicado mas não é! O importante é apresentar os documentos certinhos, para o processo fluir rapidamente e você ter, o quanto antes, sua certidão de nascimento portuguesa e, com isso, tirar o seu cartão de cidadão e o passaporte português, que te darão livre trânsito em diversos  países da União Europeia e do Espaço Schengen.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK