Voltar ao site

Importar um carro para Portugal

Compensa comprar seu carro fora de Portugal?

por Mariana Salum e Carlos Stumpo

Comprar carro na Europa

Se você pretende comprar um carro novo, vale a pena pesquisar quanto sai um carro usado, dentro da comunidade européia.

Muitos são os portugueses que estão comprando carros fora de Portugal, em especial na Alemanha, motivados pelos preços mais atrativos, ainda que se tenha que pagar o ISV e IUC (imposto automóvel).

Para fazer um cálculo aproximado dos impostos a serem pagos, basta consultar o simulador.

Agora, se quiser fazer uma busca do automóvel que pretende adquirir, vale dar uma olhada em alguns sites:

Os automóveis usados na Alemanha, Itália e Espanha geralmente são mais baratos que os mesmos em Portugal.

Quem sabe por causa da carga tributária mais reduzida ou talvez pela quantidade de oferta e da dimensão dos mercados mas, certamente, porque qualquer um daqueles países possui indústria automóvel de referência (BMW, Mercedes Benz, Porsche, Volkswagen, Audi, FIAT, Maserati, Lamburguini, Ferrari, Seat e por aí a fora).

Escolhido o automóvel e feita a simulação dos impostos a serem pagos, deverá ter em conta alguns detalhes, para não ter surpresas desagradáveis, como por exemplo, o histórico do carro, que poderá ser obtido através do Número de Identificação do Veículo (VIN) no site AutoDNA ou no VIN-Info.

Sendo o carro importado, deverá também providenciar a matrícula provisória do automóvel (com baixa da matrícula no país de origem, lembrando que a matrícula é o que chamamos de placa, no Brasil), bem como deverá ser feito o seguro temporário.

Deverá ter o registo de propriedade em seu nome (para poder o carro circular na comunidade), bem como o Certificado de Conformidade Europeu (COC) e o livrete do carro, cujo custo deverá ser acrescentado (informações sobre o COC)

O automóvel poderá vir rodando até Portugal (se tiver as placas provisórias), caso contrário terá que vir numa carreta, cujos custos deverão ser contabilizados.

Chegando em Portugal, começa uma maratona, que se resume ao IMT, Inspeções e Alfândega. Esteja preparado, pode demorar um pouquinho, em especial no IMT.

Compensa? Dependendo do carro sim.

No nosso caso, economizamos cerca de 5 mil euros, mas não podemos dizer que é um procedimento muito simples.

Ah, tem mais uma coisa! Os automóveis elétricos ou híbridos (elétrico + combustão) possuem benefícios fiscais em Portugal ... a carga de impostos é menor!

Pois é, vale a pena conferir!

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK